Para colher bons resultados no marketing é preciso ter uma rotina e uma equipe produtiva. Mensurar os indicadores de produtividade é crucial para entender se você e seu time estão no caminho certo.

Além disso, eles oferecem a oportunidade de encontrar falhas rapidamente. Assim, você pode ajustar os processos internos e colocar sua área na rota do sucesso o quanto antes.

Leia este texto até o final e confira como mensurá-los!

Navegue pelos tópicos ⬇

O que são indicadores de produtividade?
Principais medidores no marketing
5 benefícios dos indicadores
Tecnologia como aliada

O que são os indicadores de produtividade?

Os indicadores de produtividade são métricas que tem como meta entender mais a fundo o desempenho individual e coletivo dos profissionais da sua equipe de marketing, em relação as suas entregas e os recursos investidos para realizar o projeto (seja dinheiro ou tempo).

Além disso, também tem o objetivo de encontrar gargalos operacionais e estratégicos, e melhorias no processo para simplificar a rotina.

Esses indicadores de produtividade fazem parte do grupo de indicadores de desempenho, os KPIs (Key Performance Indicators, ou em tradução livre, indicadores-chave de desempenho). 
Dentro deste grupo temos, além de produtividade, os indicadores:

  • Estratégicos: medem o quanto a empresa está próxima de atingir os seus objetivos principais;
  • Qualidade: medem a relação entre a quantidade de entrega de serviços, segundo um padrão específico, e as entregas totais. Tudo isso retratando a qualidade a partir da percepção dos clientes finais, dos promotores em pontos de vendas e avaliação do responsável da área;
  • de Marketing: medem como a empresa está posicionada no mercado, seja em relação à concorrência ou aos seus próprios objetivos comerciais;
  • Capacidade: medem a quantidade de entrega que um processo faz com determinados recursos em um certo período;
  • Financeiros: medem por meio de dados e estatísticas como está a saúde financeira da empresa;
  • de Recursos humanos: medem a retenção talentos e o desenvolvimento dos colaboradores.

Principais medidores de produtividade no marketing

Agora, é hora de entender quais parâmetros devemos seguir e quais as principais métricas que podem guiar a sua equipe. Através destes indicadores será possível medir a produtividade no marketing. Confira!

  • Capacidade de produção
    Está atrelada ao tempo utilizado para executar cada tarefa. Para isso, é preciso entender qual a média de duração para realizar cada tipo de projeto. 

    Esse número é sempre aproximado e pode ter mudanças significativas ao mudar de pessoa para pessoa, especificidade da tarefa e até qualidade do briefing

    Porém, é um indicador importante para entender se o seu time está gastando muito tempo em tarefas operacionais repetitivas ou que não tragam tantos resultados. Assim, você pode repensar estratégia e operação tática.
  • Nível de assiduidade do time
    Essa métrica vai muito além do ato de bater o ponto. Ela mede o engajamento, interesse e a vontade do colaborador em fazer a diferença na sua equipe.

    Os minutos perdidos pela falta de pontualidade podem impactar na produtividade e atrasos nas entregas de demandas importantes.

    E antes de tomar uma medida drástica, é interessante conversar com o colaborador, apresentar a situação e entender o que está acontecendo.

    Esse lado humano e empático pode fazer o funcionário se sentir acolhido e voltar a produzir ainda melhor.
  • Crie pequenas metas
    Metas ousadas são importantes para colocar todos no mesmo sonho. Entretanto, não podemos subestimar as pequenas vitórias do cotidiano. 

    Sem tanto glamour, essas pequenas metas ajudam a enxergar a evolução e entender se as ações, dentro de um pequeno espaço de tempo, estão conseguindo ser executadas com qualidade.

    Uma ideia interessante é adotar o método SMART para ser menos operacional e mais estratégico. A sigla traz o significado para os objetivos: Specific (específico), Measurable (que pode ser medido), Achievable (possível de alcançar), Relevant (relevante) e Time-based (com um tempo definido).
  • Produtividade por funcionário
    Avaliar e entender o desempenho de cada funcionário, tendo em vista que as pessoas são diferentes, é crucial para criar uma dinâmica mais guiada por métricas do que por relações.

    Fique atento não só na quantidade de entregas, como também na qualidade. Se o seu designer A entrega 10 artes e com uma alteração em cada uma delas, mas seu Designer B entrega 5 artes sem necessidade de mudanças. Isso mostra que o Designer B é mais produtivo e eficiente.

    Esse indicador aplicado em diversos meses entrega uma noção de quem pode está ajudando o time e quem não consegue, neste cenário, entregar o suficiente. 
  • Esforço da equipe por projeto
    Aqui é preciso entender quanto custa a hora de cada colaborador e quanto tempo ele destinou no projeto e até nas refações. Além disso, considerar a capacidade de produção e o grau de importância da tarefa na estratégia.

    Lembre-se de sempre questionar se as tarefas estão atendendo as metas e objetivos estabelecidos no plano de marketing para não perder tempo e dinheiro.

5 Benefícios dos indicadores de produtividade

marketing para franquias: a importância para gerar oportunidades

Você ainda pode estar se questionando se acompanhar os indicadores de produtividade podem trazer benefícios reais para a sua rotina.

E a resposta está nos inúmeros benefícios estratégicos e operacionais em ter mais clareza no cotidiano. Confira abaixo os benefícios!


1) Identificar problemas
Medir o dia a dia com dados faz você identificar mais rapidamente quais processos precisam ser ajustados, além de entender o que está funcionando bem e o que não está. 

Em um certo nível de maturidade, é possível encontrar falhas antes mesmo delas virarem um grande problema. Isso reduz tempo e custos na operação e estratégia.

2) Ajustar a performance
Quando não medimos o desempenho individual ou coletivo, é bem provável que não sabemos o que melhorar. 

Com dados sobre a performance é possível criar planos de ação, metas tangíveis e repensar o caminho que estamos seguindo.

3) Organizar processos e tarefas
Após identificar problemas e ajustar o desempenho no dia a dia é fundamental começar a organizar processos internos. 

Se você recebe uma chuva de solicitações por e-mail e WhatsApp, saiba que centralizar tudo isso em um único lugar pode economizar tempo no gerenciamento e potencializar a performance.

Ser produtivo não é correr para entregar peças em menos tempo. Pequenos detalhes podem agilizar o processo sem você nem perceber. 

Um exemplo disso é quando um briefing completo chega para a equipe de criação. É óbvio que os profissionais envolvidos vão levar menos tempo na execução e ainda entregar o projeto com mais qualidade.

4) Encontrar oportunidades
Com auxílio dos dados é possível perceber qual é o tipo de material de divulgação criado pelo marketing que mais faz sucesso entre os promotores no PDV ou clientes finais. 

Assim, é mais simples tomar a decisão de dedicar mais tempo internamente para conteúdos que realmente são relevantes para seu público.

5) Sair da subjetividade
Com esses indicadores, você pode focar no desempenho individual de cada colaborador. Dessa forma, é possível enxergar quem está rendendo mais e se pautar nisso para futuras promoções. 

Esse conhecimento mais profundo sobre o seu time consegue mostrar o bom trabalho, além da relação interpessoal. 

Além disso, dá para enxergar o contrário e identificar qual membro não vem conseguindo produzir. Ou seja, fica mais fácil para cobrar, mas também entender os motivos desta dificuldade.

Use a tecnologia como grande aliada

Aplicar todos esses conceitos pode ser um ponto de virada na rotina da sua equipe de marketing.

Mas, quem trabalha diariamente com isso sabe que sem o auxílio de ferramentas fica difícil manter esse controle.

Um software de gestão, além de oferecer esse controle pode dar autonomia e escalar a produtividade que você tanto busca. 

Com o Deskfy é possível encontrar tudo o que a rotina da sua equipe de marketing precisa em um lugar só, sem a necessidade de contratar diversas ferramenta.

Descubra vantagens de contar com uma solução completa para o marketing:

  • Mensure dados da sua rotina
    O analytics fica responsável por dar uma visão de como está a rotina do seu marketing. Com ele, fica mais fácil tomar decisões e focar no que realmente importa.
  • Escale a produtividade
    Ofereça autonomia para personalizar templates em minutos e no padrão da marca. Assim, você consegue reduzir o trabalho operacional repetitivo do time de design.
  • Organize seu dia a dia
    Receba solicitações e briefings em uma única ferramenta. Assim, sua equipe consegue se organizar melhor e definir prazos e prioridades.
  • Centralização de processos e arquivos
    Guarde em uma única ferramenta os materiais da sua marca, arquivos e encontre tudo quando precisar com facilidade.

Agora você já sabe quais parâmetros deve usar para medir a produtividade da sua equipe de marketing. E com o Deskfy é possível medir e escalar esse desempenho ao investir em apenas uma ferramenta