Sabemos que um Branding consistente gera valor à marca que, por sua vez, fortalece as ações do Marketing e aumentam as vendas. Mas antes de chegar nesse nível de gestão, é preciso ter ativos de marca condizentes e alinhados com o valor e diretrizes da marca.

Talvez você não tenha se dado conta, mas ativos de marca estão em toda comunicação e publicidade.
Eles são definidos na parte estratégica de Branding, ao criar o design de identidade da marca.

E “como monitorar ativos pode fortalecer minha marca?“, você deve estar pensando. A gente vai explicar aqui! Mas, antes de aprender como monitorar, precisamos entender o que são ativos de marca e onde eles estão.

Navegue pelos tópicos

O que são ativos de marca?

Por que fazer gestão de ativos de marca?

Como monitorar

Em busca da Consistência de marca

O que são ativos de marca?

De modo geral, ativos de marca são os componentes da identidade da marca.

Quando se cria o brandbook, o mínimo a se definir são: logo, cores principais, fonte e voz. Esses são alguns dos possíveis ativos da marca. Todos determinados a partir da estratégia de como a marca quer ser vista e percebida pelo seu público.

Porém, os ativos de marca seguem regras e padrões. Por exemplo, as dimensões da logo, se há variações em preto e branco, onde pode ser aplicada.

Ao usar os ativos da maneira correta, torna-se mais prático alinhar a estratégia e, a partir daí, alcançar e transmitir o propósito e posicionamento da marca.

Por que fazer gestão de ativos de marca?

Podemos dizer que o time de marketing é o guardião da marca. É através dele que as estratégias são definidas e é para quem a operação está designada.

Entretanto, os ativos de marca podem ser vários. Só que mais amplo ainda são os pontos de contato, ou seja, onde serão usados esses ativos.

Os pontos de contato são os canais para alcançar o público da marca. Por isso, é preciso que eles entendam e saibam seguir os padrões da identidade visual. O que evita problemas na comunicação.

Para tornar a comunicação fluida através dos pontos de contato, é necessário monitorar os ativos de marca e verificar como estes estão sendo usados.

Como monitorar

Agora que você entende o que são, vamos ver algumas formas de como monitorar ativos de marca.

Só que, como eles são elementos da identidade, analisá-los de forma separada fica impossível. Por isso, o que nós recomendamos é monitorar os ativos dentro de peças e campanhas de divulgação.

Essa gestão ajudará a entender como seus pontos de contato usam a identidade, com que frequência precisam de peças de divulgação e acompanhar o uso da marca.

Periodicidade

Quanto tempo demora para o time de criação atender uma solicitação de peça e colocá-la para divulgação? Se você não consegue pensar em quantas horas exatas, considere em dias.

Monitorar o tempo contribui para uma nova análise: como posso otimizar o tempo da criação? Sendo assim, procure verificar:

  • quantas peças são apenas desdobramentos, ou seja, mesma arte com informações específicas de pontos de venda;
  • quantas pessoas são necessárias para a criação;
  • quanto tempo para aprovação da peça;
  • quanto tempo para divulgação do conteúdo.

Ao concluir esta análise, você pode aproveitar para entender qual a frequência de peças de criação.

Frequência

Saiba acompanhar quais modelos de peças são mais solicitados pelos pontos de contato.

Porque, ao entender a frequência com que solicitam e utilizam uma peça (seja para redes sociais, embalagens e materiais gráficos em geral), você consegue prever as atividades e estabelecer uma rotina para a equipe de marketing.

A partir daí, sua equipe pode estabelecer um padrão de atendimento para novas solicitações. Como também já se preparar para períodos em que há mais solicitações.

Por exemplo, um mês sem datas especiais, cada ponto de venda solicita 3 peças para redes sociais. Mas quando se trata de um mês com datas comemorativas, essa quantidade triplica. Por isso é importante entender a frequência das solicitações.

Acompanhar divulgação

Quando uma campanha ou divulgação de material chega ao Ponto de Venda, por exemplo, é hora de saber se foi feito da maneira correta.

Sendo assim, no caso de uma nova decoração da vitrine, por exemplo, é interessante fotografar para saber como ficou e se está de acordo com os ativos da marca. Esta deve ser uma rotina para os PDVs, com aprovação do Marketing.

O mesmo vale para outros materiais gráficos, como outdoor e banner. Visto que eles podem acontecer em regiões diferentes, enquanto o time de Marketing está estabelecido em um único local.

Se existe uma autonomia dos PDVs para material de divulgação, certifique-se sobre onde foi divulgado, como foi feito e se está de acordo com os padrões da marca. Afinal, para se ter autonomia, é preciso limites e regras.

Em busca da Consistência de marca

Ao considerar onde e como está sendo usada a marca (principalmente, os ativos de marca), fica mais fácil gerenciar e traçar caminhos para manter a estratégia do branding.

Vale lembrar que a marca ganha vida através dos seus PDVs, stakeholders e clientes. E quanto mais pontos de contato, maior deve ser a atenção aos ativos da marca.

Quer entender como a gestão de ativos pode otimizar a rotina do Marketing e fortalecer a Consistência da sua marca? Conheça o Case de Sucesso Tramontina + Deskfy!